Inclusão digital na terceira idade: um mundo de possibilidades

Inclusão digital na terceira idade: um mundo de possibilidades

Compartilhe

Os dias passam e o mundo muda. E com ele também mudam as tecnologias e as novas formas de comunicação. Para os mais novos, as modernidades já fazem parte do dia a dia, mas para os mais experientes fica mais difícil se incluir neste novo mundo. E foi para tentar ajudar estas pessoas que surgiu o curso de extensão de Inclusão Digital da Unisul, que, em breve, formará mais uma turma.

A dona Nair é uma das alunas que recebe o diploma neste semestre. Aos 68 anos, ela conta que sempre foi ativa e que isto não mudou com a chegada da idade. Hoje ela participa do clube de mães, faz ginástica, caminhada e ainda costura. Mas quando o assunto era tecnologia a dona Nair não sabia muita coisa. Porém, isso mudou após participar do curso. “Antes eu precisava pedir ajuda para os mais jovens, e muitas vezes eles não tinham paciência para ensinar. Então aprender a mexer no computador e no celular foi como se eu descobrisse um mundo novo”, conta.

Segundo a coordenadora do projeto de Inclusão Digital, Silvana Dal Bó, aprender a mexer com as novas tecnologias abre muitas portas para os idosos. “O projeto busca promover a inclusão social e digital, trazendo a valorização da pessoa idosa e seu potencial criativo, possibilitando, através do curso, o envolvimento de estudantes das mais diversas áreas de conhecimento, trazendo propostas que envolvam atividades e reflexões”. Segundo dados divulgados pelo IBGE em 2016, 14,9% da população idosa brasileira utiliza a internet, quase o dobro do que em 2006.

Compartilhando Experiências

O curso é totalmente gratuito e dura aproximadamente três meses. Neste semestre 15 alunos irão se formar. O professor do curso, o estudante do sexto semestre de Ciências da Computação, Jonathan Neves, conta que ficou contente em poder compartilhar o conhecimento. “Esta foi a minha primeira turma e foi uma experiência muito bacana. Espero que no próximo semestre possamos continuar com o trabalho e ajudando mais pessoas”.

A dona Nair, que agora faz parte do mundo digital, garante que vai continuar indicando o curso para os colegas e, que se pudesse, faria as aulas novamente. “Já convidei várias amigas para participar e ainda incentivei outras a não desistirem. Se sobrar vagas para o próximo semestre, já avisei que quero participar. Quero aprender cada vez mais e melhor”, relata.

Novas turmas

Quem se interessar pelas aulas, a nova turma tem início no dia 20 de agosto e vai até o final de novembro. O curso é totalmente gratuito. Para mais informações, os interessados podem procurar os parceiros do programa: Fundação Municipal de Desenvolvimento Social, com Kátia Bressan, responsável pelo grupo de idosos, e também o Programa Escolha Certa, da PrevUnisul.

Parceria interdisciplinar

O Projeto Inclusão Digital também oportuniza que estudantes, educadores, voluntários e bolsistas do Prodel (Programa de Desenvolvimento Local) façam parte do programa. Eles compartilham seus conhecimentos com outras pessoas e montam um importante ambiente de aprendizagem integrado a extensão. Os cursos envolvidos no Projeto Inclusão Digital são: Ciências da Computação, Engenharia Civil, Engenharia Química, Química e Matemática.

Formatura

Na próxima segunda-feira, 09/07, no Auditório do Cettal, às 14h.

Fonte: http://hoje.unisul.br

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *