Ler não é bom, ler é essencial na terceira idade

Homenagear o livro em 23 de abril é homenagear também três dos maiores escritores de todos os tempos, pois se comemora nessa data.

Homenagear o livro em 23 de abril é homenagear também três dos maiores escritores de todos os tempos, pois se comemora nessa data, o nascimento (1564) e a morte (1616) de William Shakespeare; a morte (1616) de Miguel de Cervantes e o nascimento, em 1899, de Vladimir Nabokov.

A UNESCO escolheu essa significativa data para instituir o DIA MUNDIAL DO LIVRO, em 1995.

Sem duvida uma data importante para a literatura mundial.

Celebrar o livro contribui para valorizar sua importância e a de seus autores no imaginário da população de todo o mundo.

A data serve ainda para chamar a atenção para a importância do livro e o direito a leitura como bem cultural essencial para a formação cidadã e o desenvolvimento humano.

Ler, ler, ler e ler mais ainda na terceira idade!

É um fato constatado que todo ser humano que lê, que busca contato com a literatura desde criança, consegue desenvolver melhor suas capacidades intelectuais, aprende melhor, escreve melhor, comunica-se de forma mais coerente e conexa.

A leitura faz do ser humano o que ele é na sua vida adulta, desenvolve sua criatividade e sua imaginação e, o mais importante: leva cultura a quem o lê, traz conhecimentos e valores morais a quem mergulha em suas páginas.

Uma criança que aprende a ler desde a infância fica melhor preparada para a vida, conseguindo interpretar e compreender melhor o mundo que o rodeia da mesma forma como interpreta os sinais que representam a palavra.

A leitura ainda desenvolve o vocabulário, tornando a pessoa mais fluente, conseguindo estabelecer conceitos mentais, ou seja, fazendo com que a mente trabalhe de uma maneira mais satisfatória, estabelecendo a compreensão da consciência.

Por que isso?

Queremos que as páginas encontrem o melhor de você, as linhas desvendem tudo confuso e as palavras coloquem um fim na ansiedade, depressão e falta de autoestima.

Somos irmãos abraçados na busca de encontrar a paz interior, pois, sem ela, não poderíamos passar um dia se quer sem um auxilio externo.

A leitura vai ajudar nessa caminhada.

Abra sua mente para uma nova ideia e ela nunca mais voltará ao tamanho anterior, o pensamento de Albert Einstein tem total apoio no ato de ler.

Além disso, ler não é apenas uma forma de entretenimento, a leitura é uma ótima maneira de aumentar seu vocabulário e vários estudos recentes indicaram benefícios cognitivos entre aqueles que mantém o hábito de ler regularmente.

Se quiser viver mais, melhorar a memória ou reduzir o estresse em 2018, considere acrescentar alguns livros para sua meta no próximo ano e confira como a leitura pode fazer bem para sua saúde:

Sua empatia aumenta

Todos os tipos de narrativas, incluindo ficção, podem impulsionar nossa compreensão e empatia pelas pessoas: um estudo publicado no periódico Trends in Cognitive Sciences mostrou que a leitura nos ajuda a entender melhor o sentimento dos outros e também melhora a capacidade de mudarmos nós mesmos.

Segundo a publicação, esse efeito é alcançado pelo envolvimento emocional durante uma leitura ao descobrir circunstâncias e personagens complexos.

Ler fortalece a criatividade

A leitura está diretamente relacionada à criatividade: um estudo do periódico Creativity Research Journal sugeriu que, após ler uma obra de ficção, as pessoas se sentem mais encorajadas a aceitar pensamentos ambíguos e passam a entender com mais clareza várias perspectivas sobre um mesmo assunto.

Em outras palavras, fica mais fácil enxergar novas possibilidades em sua rotina.

Fonte: https://www.avovo.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clique Aqui!
Inscreva-se aqui!
Inscreva-se para as Atividades Gratuitas!