Kit de primeiros socorros. Tenha o seu em casa!

Todos sabem que um primeiro atendimento é essencial para a sobrevivência em muitos casos de acidentes. Por isso, ter um kit de primeiros socorros.

Todos sabem que um primeiro atendimento é essencial para a sobrevivência em muitos casos de acidentes. Por isso, ter um kit de primeiros socorros para poder realizar o atendimento correto é essencial.

A única maneira de garantir que se está preparado para socorrer, de maneira rápida e – talvez – eficiente, vários tipos de acidente é o kit de primeiros socorros. Por exemplo, picadas, pancadas, quedas, queimaduras e até sangramentos podem ser atendidos ou, até mesmo – dependendo o nível de conhecimento médico de quem auxilia -, solucionados.

A maioria das farmácias comercializa o kit, entre 50 e 80 reais, mas nada impede que você prepare em casa e faça as alterações que achar necessárias. Algumas pessoas possuem ou convivem com alguém que é portador de alguma doença especifica que necessita de itens mais singulares, como os diabéticos em determinados níveis que precisam de insulina. Outro ponto importante, os itens podem variar de acordo com a ocasião, como apenas para acidentes domésticos, acidentes de transito e férias com a família. No entanto, a maioria das pessoas necessita apenas dos itens mais básicos, variando entre uma situação ou outra.

O conteúdo da caixa de primeiros socorros pode ser muito variado, porém, os produtos e materiais básicos incluem:

  • 1 embalagem de soro fisiológico a 0,9%: para limpar o machucado;
  • 1 solução antisséptica para feridas, como álcool iodado ou clorexidine: para desinfetar feridas;
  • Gazes esterilizadas de vários tamanhos: para cobrir feridas;
  • 3 ataduras e 1 rolo de esparadrapo: ajudam a imobilizar membros ou para segurar compressas no local de uma ferida;
  • Luvas descartáveis, idealmente sem látex: para proteger do contato direto com sangue e outros fluídos corporais;
  • 1 embalagem de algodão: facilita a aplicação de produtos nas bordas da ferida;
  • 1 tesoura sem ponta: para cortar esparadrapo, gazes ou ataduras, por exemplo;
  • 1 embalagem de curativo tipo band-aid: para cobrir cortes e feridas pequenas;
  • 1 termômetro: para medir a temperatura corporal;
  • 1 frasco de colírio lubrificante: permite lavar os olhos em caso de contato com substâncias irritantes, por exemplo;
  • Pomada para queimadura, como Nebacetin ou Bepantol: hidratam a pele enquanto aliviam a queimação da queimadura;
  • Paracetamol, ibuprofeno ou cetirizina: são medicamentos genéricos que podem servir para vários tipos de sintomas e problema comuns.
kit primeiros socorros

A farmacinha com estes materiais pode ser utilizado em quase todas as casas, escolas e locais de trabalho, pois contém os materiais necessários para tratar as situações de emergência mais comuns nesses tipos de ambiente. Aprender o que fazer para realizar um atendimento padrão também é muito importante.

Porém, a farmacinha pode ainda ser adaptada de acordo com as necessidades de cada situação. Por exemplo, no caso de esportes, como futebol ou corrida, pode-se também adicionar um spray de anti-inflamatório para reduzir a inflamação provocada por lesões musculares ou articulares. Veja o que fazer em caso de acidentes no esporte – cada atendimento tem uma condição especifica. Já quando se vai viajar de férias, também é importante verificar a validade dos medicamentos e certificar que todos estão em quantidades suficientes. Além disso, remédios para diarreia, enjoo ou problemas de estômago e principalmente uma pomada para picadas de insetos.

Fontes: https://www.avovo.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clique Aqui!
Inscreva-se aqui!
Inscreva-se para as Atividades Gratuitas!