Culinária como Terapia na Terceira Idade

Cozinhar, independentemente da idade, possui o poder de apurar a criatividade e os sentidos, além de aproximar as pessoas. A comida também traz Diversas

Culinária como Terapia na Terceira Idade

culinária como terapia na terceira idade

Cozinhar, independentemente da idade, possui o poder de apurar a criatividade e os sentidos, além de aproximar as pessoas. A comida também traz diversas recordações, seja da infância, dos dotes culinários de uma pessoa querida ou de um prato típico provado durante uma viagem. Veja nesse artigo os benefícios da culinária como terapia na terceira idade.

Culinária como Terapia na Terceira Idade

Nós sempre falamos aqui no blog da importância de se manter ativo durante a terceira idade.

Muitas vezes, por falta de tempo, ânimo ou incentivo, os idosos tendem a ficar cada vez mais reclusos, gerando uma sensação de solidão que pode resultar em complicações na saúde.

Uma forma muito simples de aumentar a sociabilização e, ainda por cima, aprender coisas novas, está no uso da culinária como terapia na terceira idade.

Culinária como Terapia na Terceira Idade – Aumento da Sociabilização

Existem diversos grupos e aulas para a prática da culinária como terapia. Com isso, o idoso conhece novas pessoas e inicia novos relacionamentos, afastando a sensação de solidão, evitando sintomas da depressão.

Culinária como Terapia na Terceira Idade – Mantém a Capacidade Cerebral em Funcionamento

Lembrar receitas, realizar testes com ingredientes diferentes e criar novos pratos: tudo isso mantém as funções cerebrais em pleno funcionamento, evitando o surgimento de sintomas de doenças como a demência e o Alzheimer.

Culinária como Terapia na Terceira Idade – Melhora na Coordenação Motora

Para cozinhar, obviamente é necessário muito movimento e coordenação motora. Seja para misturar massas de bolo ou para cortar frutas e legumes.

Com a culinária, o idoso realiza diversos movimentos que auxiliam na melhora da coordenação motora, além de ser um ótimo exercício, pois o idoso se mantém em constante movimento.

Culinária como Terapia na Terceira Idade – Melhora na Autoestima

Se você já cozinhou na sua vida, sabe: nada melhor do que alguém provar uma receita sua e gostar!

E é exatamente isso que a culinária pode fazer pelo idoso: melhorar a autoestima, gerando sensações genuínas de felicidade e afastando para longe males como a ansiedade e a depressão.

Culinária como Terapia na Terceira Idade – Aproximação Familiar

Nada melhor do que reunir a família na cozinha e preparar diversos pratos para um almoço ou jantar especial.

A culinária pode propiciar, também, uma aproximação familiar, diminuindo a sensação de solidão típica na terceira idade.

Em Resumo

Incentive os idosos próximos de você a utilizar a culinária como terapia.

Além de ser ótima para a saúde, a prática pode deixar de ser um hobby e pode tornar-se uma fonte extra de renda para o idoso.

Existem diversos idosos que ganham dinheiro vendendo bolos, tortas, doces e salgados sob demanda com suas receitas infalíveis.

Portanto, incentive, apoie e esteja presente: comer e cozinhar é tudo de bom e, quando faz bem para a saúde, é melhor ainda!

Fonte: http://blog.residencialdvillamathilde.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clique Aqui!
Inscreva-se aqui!
Inscreva-se para as Atividades Gratuitas!