10 coisas que você deve saber para cuidar de idosos dependentes

A tarefa do cuidar de um idoso, principalmente se executada por um membro da família, não é tarefa fácil pois soma-se às necessidades de atenção.

A tarefa do cuidar de um idoso, principalmente se executada por um membro da família, não é tarefa fácil pois soma-se às necessidades de atenção com as relações afetivas.

Como se não bastasse Cuidadores Familiares não costumam fazer curso para esperar seus pais ou esposos adoecerem e se tornarem dependentes. Ninguém pensa assim pois não é isso que desejamos.

No entanto, com a sobrevida prolongada, aumenta-se também s limitações em idade avançada uma vez que ainda precisamos aprender mais sobre “viver com qualidade e saúde”.

Sendo assim, escrevi para quem já cuida de um ente querido ou quem ainda não cuida (e até mesmo cuidadores profissionais) estas dicas práticas que podem amenizar o impacto negativo da situação de dependência, manter o idoso mais saudável e o familiar mais tranquilo por sentir que “está cuidando bem”. Vamos conferir?

10 DICAS (IMPRESCINDÍVEIS) E PRÁTICAS

PARA SE CUIDAR DE UM IDOSO DEPENDENTE

HIDRATAÇÃO DO IDOSO

Ofereça água a cada meia hora!

A percepção de sede é mais reduzida.  A dica é NÃO ENCHER O COPO mas sim colocar 2 a 3 dedos para que o idoso “não se espante” com o tanto de água que “poderá fazer com que vá ao banheiro mais vezes”, coisa que não gostam muito.

Tanto a alimentação quanto a hidratação em pessoas idosas têm um forte impacto sobre a qualidade de vida e bem estar. Porém, o estado nutricional em faixas elevadas da idade é condicionado por diversos fatores que influencia diretamente na ingestão de alimentos e bebidas.

Assim, facilmente o idoso pode se desnutrir e/ou desidratar. ATENÇÃO PARA ISSO!

ALTERAÇÕES HOMEOSTÁTICAS

Sensação para frio ou calor são geralmente alterados. Acredite e respeite.

Os sistemas homeostáticos são processos de auto-regulação do nosso corpo que nos ajudam a manter um equilíbrio quando há alterações externas (temperatura, pressão, níveis metabólicos como sal e açúcar…).

Fonte: https://www.aterceiraidade.net

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clique Aqui!
Inscreva-se aqui!
Inscreva-se para as Atividades Gratuitas!